Quanto custa para comer nos melhores restaurantes do mundo

Prato do L`Arpège, em Paris: o endereço mais caro da lista (foto: reprodução da internet)

Todo ano, a revista britânica Restaurant elenca os melhores restaurantes do mundo, uma seleção compilada a partir da opinião de centenas de jurados, capitaneados nos quatro cantos da terra. O resultado, que celebra os chefs e estabelecimentos mais badalados do ano, consiste numa espécie de lista dos desejos de todo gourmet. Mas quanto custa comer nestes lugares? Caro, muito caro. Os primeiros colocados dificilmente trabalham com pedidos à la carte, ou seja, só servem menus degustação, recurso usado pelos chefs para mostrarem sua arte em toda plenitude. Aqueles que oferecem itens avulsos, permitem uma experiência um pouco mais em conta, mas que acabam não valendo à pena se comparados ao percurso completo proposto pelo mestre-cuca. A seguir, a gente conta quanto custa uma refeição nos dez primeiros colocados na última edição do ranking World`s 50 Best Restaurants. Em tempos de real desvalorizado, está duro ser um gourmet aplicado. Então, prepare-se para não perder o apetite. Ah, sim, os preços são por pessoa, sem taxas e sem bebidas!

1º. Osteria Francescana, Modena, Itália: R$ 821,00 por entrada, prato e sobremesa de custo médio (melhor encarar os R$ 1.080,00 cobrados pelo menu de dez pratos, não acha?).

2º. El Celler de Can Roca, Girona, Espanha: R$ 865,00 (menu degustação).

Sugestão do Mirazur, Menton, França (foto: Divulgação)

3º. Mirazur, Menton, França: R$ 691,00 (pelo menu mais em conta, oferecido no almoço de quinta a sábado). A experiência mais extensa, no almoço ou jantar, custa R$ 1.124,00.

4º. Eleven Madison Park, Nova York, EUA: R$ 1.286,00 (pelo menu de oito a dez pratos).

5º. Gaggan, Bangkok, Tailândia: R$ 788,00 (pelo menu degustação).

Criação de Virgilio Martinez, do Central, em Lima (foto: Divulgação)

6º. Central, Lima, Peru: R$ 575,00 (o menu completo, de dezoito pratos).

7º. Maido, Lima, Peru: R$ 521,00 (pela experiência nikkei). Mas com R$ 150,00 dá pra comer entrada, prato e sobremesa.

Osteria Francescana: o número 1 (foto: reprodução da Internet)

8º. L`Arpège, Paris, França: R$ 1.331,00 (por entrada, prato e sobremesa de custo médio). A experiência mais completa, com doze tempos, sai a R$ 2.117,00.

9º. Mugaritz, San Sebastian, Espanha: R$ 900,00 (em média, pelo menu degustação que muda todo dia).

10º. Asador Etxebarri, Axpe, Espanha: R$ 778,00 (menu degustação).

Vale lembrar que no ranking dos 100 mais há quatro casas brasileiras: D.O.M. (30º), A Casa do Porco (79º), Maní (87º) e Lasai (100º). Ou seja, dá também para conhecer alguns dos melhores restaurantes do mundo sem sair de casa.

Este conteúdo é um oferecimento do Weseek Food, a maior rede social para os amantes da gastronomia.

Acesse as melhores dicas de restaurantes, bares e comidinhas através do site do Weseek Food

Para fazer suas avaliações, baixe o aplicativo na App Store ou no Google Play.