Um roteiro de dar água na boca para aproveitar o Dia do Carbonara

No sábado (6) comemora–se o Dia do Carbonara. É verdade que há efeméride para tudo, mas este clássico da cozinha italiana é mesmo digno de celebração. Popularizado após a Segunda Guerra Mundial, o prato tem origem incerta que pode remontar à Roma Antiga. Fato é que o tradicional molho de macarrão tronou-se um sucesso absoluto. O autêntico carbonara é preparado com gema, guanciale (toucinho feito da bochecha do porco), queijos pecorino e parmesão e pimenta-do-reino moída na hora. Mexe-se tudo num bowls e mistura-se à massa bem quente. Há quem coloque um pouco de creme de leite para dar mais cremosidade ao prato (ou seria para “render”?) , uma heresia para os puristas. Outro trocam a carne por pancetta, esta uma substituição mais bem aceita. A verdade é que o preparo clássico é um hit mundo afora e inspira cada vez mais chefs a criarem suas próprias receitas. Veja algumas das melhores em cartaz em cassas do Rio e de São Paulo.

Versão de pato no Antonietta Cucina (foto: Henrique Peron/ Divulgação)

Antonietta Cucina

No endereço de Higienópolis, o chef italiano Antonio Maiolica reinterpreta clássicos de sua terra. O carbonara é um deles, feito ali com peito de pato defumado, ovo de pata (que confere o intenso amarelo do prato), queijo pecorino e pimenta-do-reino, além do bigoli de grano duro (fio longo e grosso, em geral, com trigo integral) que sai da masseria envidraçada. Custa R$ 72,00.

Rua Mato Grosso, 412, Higienópolis, tel.: 11 3214-0079.

Acabou em pizza na Bráz (foto: Ricardo D`Angelo/ Divulgação)

Bráz

Nesta rede, que tem nove unidades espalhadas por São Paulo, Campinas e Rio, o tradicional prato acabou em pizza. Uma das especialidades locais, a pizza de carbonara (R$ 89,00 a grande) leva mussarela, pancetta em cubos, queijo pecorino, ovo e pimenta-do-reino ralada na hora. Ainda é possível escolher entre três tipos de massa de fermentação natural: da casa, integral ou nuvola.

Rua Maria Angélica, 129, Jardim Botânico, tel.: 21 2535-0687.

Rua Vupabussu, 271, Pinheiros, tel.: 11 3037-7975.

Avenida Benjamin Constant, 1963, Cambuí, tel,: 19 3251-4444.

Com minialmôndega de pacnetta na Bráz Trattoria (foto: Ricardo D’Angelo/ Divulgação)

Bráz Trtattoria

Negócio inspirado nas cantinas italianas pertencente à rede de pizzarias homônima, a casa serve spaghetti alla carbonara com uma maldade a mais: polpetine de pancetta. Ou seja, como se não bastasse o delicioso molho cremoso e muito queijo ralado por cima, o macarrão vem ainda com minialmôndegas feitas de toucinho de porco defumado. O pedido sai a R$ 59,00.

Avenida Magalhães de Castro, 12000 (Shopping Cidade Jardim), Butantã, tel.: 11 3198-9435/9436.

Versão clássica, no Da Brambini (foto: Tomás Rangel/ Divulgação)

Casa Europa

O chef Nirlando Beirão prepara pratos influenciados por diferentes especialidades europeias. Para fazer o italianíssimo carbonara ele troca o tradicional espaguete por tagliolini, mais fininho e leve. De resto, mistura bem temperada de queijo e gema, pimenta-do-reino e sálvia para dar um toque pessoal (R$ 59,00).

Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 726, Jardim América, tel.: 11 3063-5577.

Da Brambini

Tradicional italiano no aprazível bairro carioca do Leme, a casa, que acaba de passar por um banho de loja, prepara o clássico spaguetti alla carbonara (R$ 69,00). A massa chega misturada a ovo, pecorino romano, pancetta e pimenta do reino.

Avenida Atlântica, 514B, Leme, Tel.: 2275-4346.

Molho abundante e gema mole por cima, no Pici Trattoria (foto: Tomás Rangel/ Divulgação)

Pici Trattoria

No trattoria moderna de Ipanema, a massa longa vem sob saboroso molho à base de gemas e queijo grana padano, bem cremoso e abundante, cubos de panetta crocantes e, para coroar, uma gema mole (R$ 56,00). Irresistível até para os mais puristas.

Rua Barão da Torre, 348, Ipanema, tel.: 21 2247-6711.

Desconstruído, na versão do Pipo (foto: Tomás Rangel/ Divulgação)

Pipo

Na casa do chef Felipe Bronze, o prato, claro, é diferentão e tem o toque do chef. A massa fresca larga chega escoltada por creme de queijo pardinho (queijo maturado de acidez equilibrada, produzido no interior de São Paulo), gema de ovo e, para arrematar, pancetta artesanal feita na casa. O pedido custa R$ 41,00.

Avenida Europa, 158, Jardim Europa, tel.: 11 3530-1760.

Tradicional ou autoral, Na Prima (foto: Tomás Rangel/ Divulgação)

Prima Bruschetteria & Osteria

A casinha do Leblon prepara uma ótima versão como manda o figurino clássico: gemas, guanciale, pecorino romano, parmesão e uma generosa quantidade de pimenta preta ralada (R$ 46,00). Para quem gosta de variar, a casa promove, toda quarta, o Dia do Carbonara, quando entra em cena uma sugestão autoral dos chefs Chritiano Lanna e Erik Nako. Neste dia, o pedido da versão tradicional ou da especial sai a R$ 39,00.

Rainha Guilhermina, 95, loja C, Leblon, tel.: 21 3592-0881.

Este conteúdo é um oferecimento do Weseek Food, a maior rede social para os amantes da gastronomia.

Acesse as melhores dicas de restaurantes, bares e comidinhas através do site do Weseek Food

Para fazer suas avaliações, baixe o aplicativo na App Store ou no Google Play.